Venda de imóveis salta 51% na Região Metropolitana de Fortaleza - Smart City Laguna
Related content
13/10/2017 Venda de imóveis salta 51% na Região Metropolitana de Fortaleza

Imoveis_Venda

Em setembro, o número de imóveis vendidos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) apresentou um crescimento de 26% na comparação com setembro do ano passado. No mês, foram comercializadas 209 unidades, totalizando um volume geral de vendas (VGV) de R$ 166 milhões, valor 51% superior ao mesmo mês de 2016 (R$ 110 milhões). Já no acumulado de janeiro a setembro, embora as vendas gerais tenham apresentado crescimento de apenas 0,1% (1.935 unidades), em relação ao mesmo período do ano passado (1.933 unidades), o VGV avançou 21%, totalizando R$ 1,5 bilhão, ante R$ 1,2 bilhão em 2016. Os números de vendas gerais do mercado incluem os residenciais verticais, residenciais horizontais, salas comerciais e segunda moradia.

Além da valorização dos imóveis no período, o incremento no VGV foi causado pela redução dos descontos médios na venda. Segundo Ricardo Bezerra, sócio-diretor executivo da Lopes Immobilis, a expectativa do setor imobiliário é fechar o ano de 2017 com mais de R$ 2 bilhões em vendas. “Se a gente atingir esse resultado vamos ter um crescimento em torno de 10% acima do ano passado”, disse. “As vendas até setembro já são superiores a de todo ano de 2016”.

Segundo Bezerra, os números do setor já refletem a melhora da confiança tanto do consumidor como dos empresários, mas o que vem impulsionando as vendas é, sobretudo, a queda das taxas de juros. “O juro baixo salvou o mercado imobiliário e, por isso, estamos crescendo”, disse. “A economia continua com dificuldade, mas num cenário de redução de juros, que deve continuar pelos próximos meses, o consumidor busca opções com maior rentabilidade e o imóvel é o grande atrativo para esses novos investimentos”.

Residencial vertical

Em setembro, as vendas no segmento residencial vertical, principal segmento do mercado imobiliário local, somaram 176 unidades, 41% acima do mesmo mês em 2016 (125 unidades), em VGV o crescimento foi de 69% no mesmo período, passando de R$ 86 milhões em setembro de 2016 para R$ 145 milhões. No acumulado de janeiro a Setembro, o número de unidades vendidas de residenciais verticais cresceu 8% (1.593 unidades), enquanto o VGV subiu 34% (R$ 1,3 bilhão).

Estoques

Na passagem de agosto para setembro, os estoques na RMF apresentaram queda de 1,4% e no acumulado do ano a redução foi de 10%. Em setembro, haviam 6.947 unidades em estoque, sendo 4.818 de residenciais verticais, 1.390 de comerciais, 414 de segunda moradia, e 325 de residenciais horizontais. O valor dos imóveis em estoque equivale a R$ 4,7 bilhões.

Fonte: Diário do Nordeste.