Smart Cities: cidades cada vez mais inteligentes - Smart City Laguna
Related content
28/11/2018 Smart Cities: cidades cada vez mais inteligentes

Nas cidades inteligentes o cidadão e os serviços essenciais estão conectados, utilizam energia limpa, reaproveitam a água, tratam o lixo, compartilham produtos, serviços e espaços, se deslocam com facilidade e usufruem de serviços públicos de qualidade. Além disso, a cidade inteligente cria laços culturais que une seus habitantes, propicia desenvolvimento econômico e melhoria da qualidade de vida.

Com essas novas características, a ideia é fazer com que as cidades inteligentes tenham um aumento da oferta de emprego nos setores públicos e na economia. As novas tecnologias vão permitir, ainda, que as pessoas possam trabalhar em casa, além de não precisarem se deslocar para adquirir o básico ou resolverem problemas burocráticos. Não tem mais lógica as pessoas se dividirem diariamente entre dois ambientes (residencial e comercial).

É claro que, para se ter um projeto desse porte, a tecnologia tem que vir como a base para o desenvolvimento dessas soluções. Este fator é importante e crucial, uma vez que muitas cidades acabaram crescendo de forma desordenada e, por isso, torna-se um desafio fornecer serviços essenciais (como transporte público, energia, água, saúde, educação, etc) e integrados de maneira inteligente. Para facilitar essa integração entre esses diferentes serviços, existe um projeto chamado Infovia Digital. Ele é o primeiro passo para quem quer começar a prover serviços inteligentes para o cidadão.

No mundo, diversas cidades podem ser citadas como exemplos de Smart City. Algumas delas são Las Vegas, Nova York, Atlanta, Boston, Londres e outras. Com essas novas características, as cidades inteligentes terão um aumento da oferta de emprego nos setores públicos, de hospitalidade e, principalmente, da economia criativa, área que tem crescido exponencialmente, tendo como processo principal o ato criativo e resultando, entre outros, na transformação da cultura local em riqueza econômica.