PORTO DO PECÉM É DESTAQUE EM UM DOS MAIORES JORNAIS DE ECONOMIA DO PAÍS - Smart City Laguna
Empty
15/05/2017 PORTO DO PECÉM É DESTAQUE EM UM DOS MAIORES JORNAIS DE ECONOMIA DO PAÍS

 

Pec  - negocios - 06ne4590  -  NLVL

oPorto do Pecém foi destaque em um dos maiores jornais de economia do país, o Valor Econômico. O veículo publicou na capa  a intenção da atual gestão do Porto cearense em transformá-lo em um possível hub de cargas para a região Nordeste.

 

Durante a reportagem,  o diretor-presidente do Cearáportos, Danilo Serpa, empresa que administra o Porto do Pecém, fala sobre todas as mudanças pelas quais o porto passou desde o início de seu funcionamento até os dias de hoje, quando o Ceará conta com uma infraestrutura moderna capaz de atrair grandes empresas do mundo inteiro Para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém – CIPP e é um forte candidato a se tornar um hub de cargas para o NE. “Estamos buscando ser a porta de entrada para a região. O Ceará vai mudar a partir disso”, declarou Serpa.

 

Outro destaque é a possível parceria com o Porto de Roterdã, o maior da Europa. A oportunidade surgiu a partir de uma consultoria que o Porto do Pecém realiza com o porto holandês a fim de encontrar formas eficazes de uma gestão integrada entre porto, indústria e zona de processamento de exportação (ZPE/Ce), Gerando, consequentemente, mais emprego e renda para a região.

 

Os estudos, resultado da consultoria, mostraram que Pecém já apresenta uma média de crescimento de 27% desde o início de seu funcionamento. Além disso, foram apresentados três cenários possíveis para o Porto (pessimista, realista, otimista), onde apresentam crescimento de 6%, 10% e 14% respectivamente até o ano de 2030. Tanto no cenário realista, como otimista, levam em conta o Estado como um hub da região. Segundo Carlos Maia, diretor da Tecer Terminals, uma das empresas que presta serviço no Porto do Pecém, atualmente nas regiões Norte e Nordeste, setenta milhões de pessoas são abastecidas com mercadorias que são obrigadas a passar pelo Sul e Sudeste, que não tem capacidade de receber grandes embarcações, um cenário diferente do que é visto em Pecém, que tem uma profundidade de até 18 metros.

 

O Porto do Pecém, este ano, já apresenta um incremento de movimentação, isto acontece por causa dos investimentos que foram realizados tanto na infraestrutura, como em equipamentos e também do funcionamento da Companhia Siderúrgica do Pecém – CSP, instalada no CIPP e iniciou suas atividades ano passado. Atualmente, o Porto cearense tem a capacidade de movimentar até 750 mil TEU’s/ano e a expectativa é de que finalize 2017 com 14 milhões de toneladas movimentadas.

Fonte: Ceará Portos