Pelo 2º ano, Financial Times recomenda ZPE do Pecém a investidores - Smart City Laguna
Related content
20/10/2017 Pelo 2º ano, Financial Times recomenda ZPE do Pecém a investidores

ZPE

Pelo segundo ano consecutivo, a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE do Pecém), localizada em São Gonçalo do Amarante, foi recomendada a investidores estrangeiros pelo fDi Intelligence, do jornal britânico Financial Times. Segundo a publicação, especializada em apontar oportunidades de negócios em diversos segmentos, a ZPE Ceará se destacou nas categorias de Grandes Arrendatários da América (Large Tenants – Americas) e Melhorias em Infraestrutura (Infrastructure Upgrades).

O relatório ainda descreve as facilidades oferecidas pelo Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), que tem capacidade para receber navios pós-Panamax, de maior envergadura, e é equipado com correias transportadoras de seis quilômetros de comprimento, adequadas ao transporte de petróleo e carvão.

“Com 6,5 mil empregados, a ZPE Ceará é atrativa pelas facilidades que oferece. Investidores têm acesso a um moderno porto com capacidade de receber navios pós-Panamax, infraestrutura que inclui rodovias, além de uma rede de distribuição de gás natural e abastecimento de água”, informa a publicação.

Reconhecimento
De acordo com o secretário-executivo substituto do Conselho Nacional de Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), Leonardo Rabelo Santana, as premiações são o reconhecimento do trabalho desenvolvido, nos últimos anos, para a consolidação do regime brasileiro de ZPE como instrumento de estímulo à atração de novos investimentos produtivos para o País.

Nesta tarefa, unem esforços a companhia administradora da zona de processamento cearense, o Governo do Estado do Ceará e também o Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação. “A ZPE tem ampliado níveis de emprego e renda e incrementado as exportações nacionais. A Zona destaca-se como uma referência para possíveis investidores estrangeiros combinando os incentivos do regime brasileiro de ZPE com outros importantes elementos de competitividade para as empresas ali sediadas, como a logística diferenciada e os investimentos em formação de mão de obra do Complexo Industrial e Portuário do Pecém”, acrescenta Rabelo.

Há ainda, de acordo com ele, proximidade com a Europa e a África, o que contribui para a atração de investimentos. “O Porto do Pecém é um outro exemplo de diferencial no todo”. Para incentivar mais ainda a atração de investidores, Santana afirma que visitas in loco são planejadas constantemente à ZPE Ceará com delegações de embaixadores e empresários. “São iniciativas muito positivas para conhecer essa experiência. É algo que a gente trabalha para ser divulgado e atrair investimentos”, diz.

Expansão
Uma das categorias em que a ZPE cearense ganhou destaque foi a de Grandes Arrendatários da América. Segundo Santana, isso significa que a ZPE Ceará possui espaço suficiente para expansão de grandes empreendimentos. “O governo do Estado já tem uma negociação com os chineses para uma refinaria. É um grande empreendimento com foco nessa expansão. A ZPE possui grandes áreas disponíveis para receber diversos tipos de empreendimentos”, afirma.

O secretário-executivo substituto ainda diz que essa categoria é um indicativo para outros investidores de grande porte. “Isso representa condições de receber este tipo de investimento, além de representar um reconhecimento. É como se fosse um selo de qualidade”. Além disso, Santana explica que a ZPE possui toda uma logística diferenciada com foco nas exportações. “Essa logística é mais um fato para a competitividade”, completa.

Fonte: Diário do Nordeste.