Investimento de US$ 2,6 bilhões, Ceará está em fase final de negociação com três termelétricas - Smart City Laguna
Related content
23/10/2017 Investimento de US$ 2,6 bilhões, Ceará está em fase final de negociação com três termelétricas

termica blog

Três usinas térmicas estão em fase final de negociação para implantação no Ceará. Elas somam US$ 2,6 bilhões em investimento, 1,9 GW de capacidade, são movidas a gás natural e serão resfriadas com água do mar. Se tratam de três projetos distintos, com investimento estrangeiro, cujos contratos devem ser fechados em breve para que possam participar dos próximos leilões de contratação de energia do Governo Federal.

A maior delas, com investimento de US$ 1,3 bilhão e capacidade de 1GW, ficará em região próxima à Zona de Processamento de Exportações do Pecém (ZPE), com possibilidade de ser incorporada posteriormente. A menor, com US$ 500 milhões em investimento e 200MW, ficará dentro da ZPE. A terceira, de US$ 800 milhões e 400MW, também ficará na região, mas fora da área alfandegada.

Fornecimento de gás

Conforme Antônio Balhmann, secretário para Assunto Internacionais do Governo do Estado, um dos reforços à prospecção das termelétricas é a disponibilidade de matéria-prima, a ser garantida pela coreana Kogas, que também negocia planta no Pecém. Investimento de R$ 800 milhões, o projeto tem capacidade para 6 milhões de m³, podendo chegar ao dobro.

“Em dois ou três anos, se desligarem todas as térmicas, ainda assim, o Ceará seria autossuficiente só com eólicas. Se desligarem todas as eólicas, o Ceará é possível funcionar só com suas usinas térmicas”, diz Balhmann. Ele complementa afirmando que “várias” empresas do setor de energias renováveis negociam implantação na ZPE.

Fonte: Focus.