HUB: Ceará receberá 1,5 milhão de passageiros domésticos e 70 mil estrangeiros por ano - Smart City Laguna
Related content
31/10/2017 HUB: Ceará receberá 1,5 milhão de passageiros domésticos e 70 mil estrangeiros por ano

20161108 Air France Ln500 Takeoff &Taxi

A operação do hub Air France-KLM e GOL em Fortaleza trará grande impacto inicial no fluxo do turismo no Estado. A expectativa é que, a partir de maio de 2018, o centro de conexões seja responsável por 50% dos passageiros domésticos e 23% de estrangeiros que chegam ao Ceará. Uma movimentação de 1,5 milhão de turistas ao ano por meio de voos nacionais e 70 mil visitantes vindos de voos internacionais. A informação foi divulgada pelo Governo do Ceará ontem (30), em cerimônia realizada na Residência Oficial. O projeto para concretização dos números positivos foi apresentado pelo governador Camilo Santana, pelo prefeito Roberto Cláudio e pelo diretor geral da Air France-KLM na América Latina, Jean-Marc Pouchol, e o presidente da GOL Linhas Aéreas Inteligentes, Paulo Kakinoff.

Com o hub, o Aeroporto Internacional Pinto Martins, na Capital, será centro de conexões aéreas internacional, com voos diretos para Paris (França) e Amsterdã (Holanda). Conforme apresentado no evento, serão 26 voos ofertados a mais do que atualmente no Ceará, sendo 21 da GOL diariamente e cinco do Grupo Air France-KLM por semana. Três destas viagens terão como destino Amsterdã, operados pela KLM, e dois à cidade de Paris, operados pela Joon, nova empresa da Air France.

Para atender efetivamente aos voos da Air France-KLM em Fortaleza, a malha aérea da GOL em Natal, Recife, Salvador, Belém e Manaus será adaptada. Os voos conectados entre o grupo franco-holandês e a parceira brasileira estarão disponíveis para compra nos sites da Air France e da KLM a partir da primeira semana de novembro. A expectativa é que aumente o número de destinos brasileiros servidos pelas empresas por meio de Fortaleza.

Camilo Santana destacou que o investimento a ser executado no Estado trará mais campo de capacitação e oportunidades de negócio para os cearenses. O governador disse ainda que HUB será um aliado para que o Ceará avance ainda mais no desenvolvimento econômico, através da ampliação das atividades turísticas.

“A grande economia do Ceará é o turismo. O Governo do Ceará e a Prefeitura de Fortaleza vão investir fortemente em promoção do Estado. Vamos divulgar o Ceará lá fora, na Europa, na Ásia. Poucos conhecem o Nordeste brasileiro. É importante divulgar. Quando mostramos as nossas belezas, nossas praias, as oportunidades, todos ficam encantados. Portanto é um forte investimento que estamos fazendo, e vamos fazer ainda mais para atrair turistas”, disse o chefe do Executivo.

graficos-hub-release

Nova realidade
O CEO da GOL Linhas Aéreas Inteligentes, Paulo Kakinoff, garantiu que os executivos das companhias envolvidas na operação do equipamento em Fortaleza estão seguras de que o Ceará se tornará referência de sucesso no fluxo de voos nacionais e internacionais, pelo potencial turístico e também pela constante de investimentos captados por seus gestores. “Nenhum outro lugar do mundo consegue oferecer essa paisagem que nós vemos aqui, a culinária, a hospitalidade. O que estamos fazendo é reforçar o exemplo positivo para transformar o Estado numa potência do Turismo”, apontou.

O dirigente da empresa brasileira revelou que a GOL também está ampliando suas operações de 38 movimentos diários para 50 movimentos diários no Aeroporto de Fortaleza. “Isso significa 2 mil assentos a mais por dia para a Cidade. Levando e trazendo pessoas para movimentar a economia do Ceará, que colhe hoje, graças às últimas gerações de seus gestores, resultados que estão acima da média nacional”.

Diretor geral da Air France-KLM na América do Sul, Jean-Marc Pouchol apontou o hub no Ceará como uma expectativa inédita para a companhia, e que abrirá portas para mais de 300 destinos no mundo inteiro. “Todo o foco do grupo está para Fortaleza hoje. Para nós esse é um projeto crucial, graças a sua magnitude. É a primeira vez que vamos lançar, na história do grupo, um destino com as duas companhias ao mesmo tempo e também com um parceiro brasileiro. Isso mostra a importância do mercado no País e neste Estado”, discursou.

As empresas enxergaram como diferenciais de Fortaleza para instalação do hub fatores como proximidade com a Europa, sendo a Capital porta de entrada para o País; posição estratégica em relação às capitais do Norte e do Nordeste; potencial de desenvolvimento da Economia e do Turismo; modernização do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Fonte: Governo do Ceará.