Hortas urbanas: uma tendência mundial que ganha força no Brasil - Smart City Laguna
Related content
26/07/2018 Hortas urbanas: uma tendência mundial que ganha força no Brasil

O plantio de hortaliças, condimentos e ervas medicinais vem ganhando os espaços urbanos das cidades brasileiras. A tendência, que também tem ganhado adeptos em metrópoles internacionais, algumas vezes é consequência do pouco tempo disponível para o lazer. O cultivo de especiarias em casa passa a ser uma das poucas formas de contato com os elementos da natureza. Outras vezes a manutenção da mini horta vem da necessidade de cuidar melhor da alimentação familiar, minimizando o contato com agrotóxicos.

O fato é que esta tendência tem potencializado um novo nicho de mercado. Ao invés de cultivar plantas ornamentais, as pessoas estão com frequência montando mini hortas, seja em varandas individuais ou em hortas coletivas, nas áreas comuns dos prédios.

As hortas urbanas são uma das 48 soluções smart que serão implantadas na Smart City Laguna dentro da proposta de cidade inteligente e inovadora. Esse cultivo promove a sustentabilidade, a integração das pessoas e o aprendizado, além de aumentar o bem-estar físico e mental e proporcionar o prazer de comer algo que você cultivou.

Projetos de sucesso no Brasil
Do interior de São Paulo, um projeto de mini hortas para pequenos espaços já ganhou até prêmios. Depois de concorrer com outros 35 projetos e 500 participantes, a ideia da unidade do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac) de Botucatu (SP) levou um prêmio de R$ 4 mil (R$ 2,5 mil para o grupo e outros R$ 1,5 mil para o instrutor) com a primeira colocação na 2ª edição da Feira Nacional de Empreendedorismo.

A Florap, companhia criada pelos alunos do Cebrac de Botucatu, levou para a feira o produto focando na inovação e que também pode ser usado como uma peça de decoração – as mini hortas contam com sistema de iluminação e de irrigação próprios. No estande da Feira, o grupo também expôs um aquário que mantinha, na parte superior, uma mini horta hidropônica.

A Embrapa Hortaliças, empresa pública brasileira que é referência mundial em pesquisa, desenvolvimento e inovação em olericultura tropical, antecipando a tendência, realiza desde 2004 um programa para cultivo de hortas em pequenos espaços voltado para o público urbano.

A iniciativa tem como objetivo a transferência de tecnologia de produção de hortaliças em pequenas áreas, além de propiciar maior contato com a natureza, criando a possibilidade de uma maior interação com as plantas. Essa atividade pode funcionar, ainda, como coadjuvante na prevenção do estresse cotidiano.

Fonte: Com informações do Sebrae.