Grandes premiações para o complexo industrial e portuário do Pecém. - Smart City Laguna
Empty
21/12/2016 Grandes premiações para o complexo industrial e portuário do Pecém.

imagem-blogo-01com-essa-imagem-cecilia

A Zona de Processamento e Exportação do Ceará (ZPE-CE) foi premiada como sendo uma das mais importantes zonas francas do mundo, e também uma grande oportunidade de negócio para investidores internacionais pela publicação Foreign Direct Investment – FDi (Investimento Estrangeiro Direto) do jornal Financial Times de Londres, responsável pela revista FDi Magazine, principal periódico de pesquisas e estudos voltados para o negócio da globalização. A matéria destaca as vantagens que conduziram a ZPE do Ceará a premiação, obtendo assim grande prestigio internacional.

Os recentes investimentos e expansão da Zona de Processamento e Exportação do Ceará (ZPE-CE), chamou a atenção de especialistas do mundo inteiro. Inserida no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), a ZPE do Ceará obteve grande destaque entre algumas categorias do evento anual Global Free Zone Awards (Prêmiação Global para Zonas Livres), proporcionando maior destaque para o CIPP, especificamente para ZPE do Ceará como um dos lugares mais favoráveis na geografia mundial para trocas.

A publicação da FDi Magazine do Finacial Times compila uma lista todos os anos das melhores zonas francas do mundo. Até então, nenhuma zona franca brasileira havia sido relacionada, no entanto, a ZPE do Ceará foi nomeada a melhor da América e do Caribe para a categoria de “Grandes Inquilinos”.

A ZPE do Ceará não foi apenas o melhor de sua categoria nas premiações de 2016, mas também é indicada com ótimas recomendações no “Bespoke Awards”, bem como agraciada com prêmios por suporte a educação, capacitação de profissionais, infraestrutura e expansão. O que, sem sombra de dúvidas, destacará a ZPE do Ceará entre tantas no mundo e atrairá a atenção de diversos investidores e especialistas.

O relatório enalteceu a ZPE do Ceará por sua capacidade e inovação. Além disso, destacou o centro vocacional localizado na região do Complexo Industrial e Portuário do Pecém – CIPP, bem como a sua infraestrutura. A última expansão do Porto do Pecém permite que os conhecidos Post-Panamax, navios que constituem uma classe de embarcações de dimensões superiores, atraquem no porto.

A CIPP também sofreu uma massiva expansão, de 5.3 milhões de metros quadrados para 9.85 milhões. A maior parte do aumento se deu por conta da instalação do CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém), cuja a produção de placas de metal foi iniciada mais cedo que o previsto.

Durante os três últimos anos, os investimentos na ZPE do Ceará contabilizaram um total de R$ 6.12 bilhões de reais e criou 16,000 empregos, direto e indireto. Especialistas preveem que ao atingir sua capacidade máxima em 2020 o Porto do Pecém irá aumentar o PIB do estado em até 12%, bem como 48% de sua produção industrial respectivamente.

 Fonte: financial times, fdi magazine.