Energias renováveis geram 11 milhões de empregos no mundo - Smart City Laguna
Related content
22/11/2019

Energias renováveis geram 11 milhões de empregos no mundo

Em 2018, 11 milhões de pessoas estavam direta e indiretamente empregadas no setor de energias renováveis em todo o mundo. Segundo dados publicados pela Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA), o ano anterior contou com 10,3 milhões de empregados.

A energia solar fotovoltaica representou uma parcela de 3,6 milhões de pessoas, 3,2 milhões em bioenergia, 1,2 milhão em energia eólica e o restante ficou distribuído em vários setores, como aquecimento solar e biogás. Embora o setor de energias renováveis tenha uma presença geográfica cada vez mais expandida ao redor do mundo, a maior parte dos empregos está concentrada em alguns países específicos.

Hoje, a China é o país com mais empregos no setor, representando 39% do total global com 4,1 milhões de empregos em 2018. Apesar desse número impressionante, a contagem de empregos na China realmente caiu em comparação com 2017 devido a uma queda no uso de energia fotovoltaica em meio a uma suspensão de subsídios e diminuição no número de vendas de sistemas fotovoltaicos.

O Brasil chega em segundo lugar e continua sendo o maior empregador de biocombustíveis do mundo: 832.000 pessoas foram empregadas no setor de biocombustíveis no ano passado, enquanto a quantidade total de empregos no setor foi de aproximadamente 1,1 milhão. Esse número tem potencial para aumentar mais ainda à medida que o Brasil continua aumentando o uso das energias eólica e solar.

Política internacional

Apesar das políticas favoráveis ao uso do carvão na administração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a quantidade de pessoas empregadas no setor de energias renováveis nos EUA aumentou de 786.000 em 2017 para 855.000 em 2018. 311.000 delas trabalhavam com biocombustíveis, enquanto a energia solar e eólica geraram 242.000 e 114.000 empregos, respectivamente.

No entanto, a incerteza em torno da política tarifária dos EUA e mudanças no nível estadual na Califórnia e em Massachusetts estão afetando algumas partes do setor de energias renováveis, e a solar registrou seu segundo ano consecutivo de perda de empregos. Em outros lugares, a Índia está fazendo um progresso dramático e o número total de empregos em energia renovável aumentou de 432.000 para 719.000 entre 2017 e 2018.

Fonte: Forbes.