CONSTRUÇÃO INTELIGENTE É UMA CONSTRUÇÃO MAIS BARATA. - Smart City Laguna
Empty
22/05/2017 CONSTRUÇÃO INTELIGENTE É UMA CONSTRUÇÃO MAIS BARATA.

20170519164454761454aO uso da tecnologia é procedimento básico no desenvolvimento e construção de qualquer smart city (cidade inteligente) do mundo. Diferente de todas as outras, voltadas para público com poder aquisitivo maior, a primeira smart city social do mundo – projeto Laguna, em construção no município cearense de São Gonçalo do Amarante – utiliza também técnicas avançadas para ampliar sua sustentabilidade e, por tabela, baratear custos. Desenvolvedora do projeto piloto no Ceará, que deverá ser reaplicado em outros países, a startup italiana Planet Idea vai ofertar as casas por preços que variam de R$ 99 mil a R$ 145 mil.
Sobre o assunto
Função social das smart cities

Presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), André Montenegro também é diretor da Olé Casas, empresa responsável pela fabricação de cerca de 300 residências para o empreendimento.

Por meio do sistema construtivo com painéis pré-fabricados da Olé, calcula uma economia de pelo menos 30%, se comparada à construção pelo modelo tradicional. Além disso, a casa pré-pronta economiza tempo: uma pode ser construída em até cinco dias. “Assim como o projeto (Laguna), nossa tecnologia tem cunho sustentável porque não gera resíduo industrializado. Já fizemos mais de 20 mil unidades em todo o Brasil, dentro do (programa federal) Minha Casa Minha Vida”.

André estima que, na segunda quinzena de junho de 2017, serão iniciadas as obras das primeiras casas da smart city, que já conta com 12 casas modelo, levantadas nos moldes tradicionais. Inicialmente, serão construídas 42 unidades e, mediante demanda de mercado, a Olé poderá fabricar até 300 casas.

Assim como o projeto (Smart City Laguna), nossa tecnologia tem cunho sustentável porque não gera resíduo industrializado

Apesar das vantagens de ter uma casa pré-fabricada, outros gastos extras devem ser levados em conta, como o preço do terreno ou mesmo o custo da demora provocada pela burocracia.

“Pra se ter uma ideia, eu faço uma casa em cinco dias e o cartório leva 30 dias pra registrá-la. É um absurdo, não tem nexo. A gente precisa lutar para que sejam quebradas essas barreiras da burocracia”, reivindica o presidente do Sinduscon.

Smart City Laguna

Lançado oficialmente em Fortaleza, na última quinta-feira, 18, a Smart City Laguna contará com investimento total de US$ 50 milhões. Segundo Susanna Marchionni, sócia da SG Desenvolvimento, 60% da primeira fase da obra já foi executada e completamente vendida. A segunda fase deve ser iniciada em 2018.
Com total de 330 hectares, o complexo vai contar com áreas residenciais, comerciais e industriais. Também estão à venda lotes residenciais e comerciais por preços que vão de R$ 27,6 mil a R$ 48 mil.

Fonte O Povo

#SmartCityLaguna #SerSmart #PlanetSmartCity #CidadeInteligente