COMO FICAM AS PESSOAS NA PRIMEIRA CIDADE INTELIGENTE SOCIAL DO MUNDO? - Smart City Laguna
Empty
20/08/2017 COMO FICAM AS PESSOAS NA PRIMEIRA CIDADE INTELIGENTE SOCIAL DO MUNDO?

20.08.2017

Considerar AS PESSOAS COMO O CENTRO DA CIDADE, observando os impactos de áreas como educação, prevenção, compreensão e inclusão sobre os moradores são os pré-requisitos do projeto da Cidade Inteligente Social. Deve-se conceber um espaço inclusivo, pensado para uma identidade interativa com novos modelos, relações, experiências e serviços.

Cidadãos no centro de transformações de espaços públicos permitem prever mudanças necessárias para causar efeito direto no desenvolvimento de uma sustentabilidade permanente, gerando inclusão social. A cidade com pessoas em seu epicentro é uma estrutura urbana sensível em identificar desafios sociais emergentes e oferecer soluções rápidas e eficazes. Esse modelo é base para conceber estruturas específicas, ofertando espaços alternativos de trabalho, gerando inclusão social, estimulando a criatividade, a educação e novas formas de participação dos cidadãos.

Segurançainclusão social, gestão de conflitos e diálogo intercultural são a melhor forma de incentivo para elevar o nível de segurança pública.

Inovaçãocidades tem um papel ativo ao propor e produzir estímulos, oportunidades e novos modelos de ferramentas para os cidadãos. As inovações podem ser tecnológicas, culturais, políticas, financeiras e sociais.

Acessibilidadeo acesso e pleno uso dos espaços ou serviços oferecidos é o primeiro passo fundamental para o fortalecimento do senso de dever cívico e para garantir inclusão social.

Envolvimentoserão preparados espaços para a inclusão dos habitantes na tomada de decisões, estimulando-os a elaborar soluções para melhorar os projetos coletivos e serviços epecíficos, já que a inclusão social está ligada à capacidade de envolvimento dos moradores.

Resiliência e flexibilidade a intervenção constante da inteligência coletiva permite repensar e orientar mudanças, garantindo adaptabilidade.

Saiba mais em nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Youtube