Árvore artificial de musgo se alimenta da poluição - Smart City Laguna
Related content
6/07/2018 Árvore artificial de musgo se alimenta da poluição

Vamos imaginar um bosque com uma árvore, mas não é uma árvore qualquer: é quadrada, sem tronco e com folhas de musgo. A “CityTree, a árvore da cidade” é uma estrutura móvel criada por um grupo de designers para combater a contaminação do ar. De acordo com os criadores, a árvore tem a capacidade de absorver dióxido de nitrogênio e partículas microscópicas do ar com a capacidade de 275 árvores naturais.

Desenvolvida na Alemanha, cada CityTree pode absorver 250 gramas de partículas por dia e armazenar 240 toneladas métricas de CO2 por ano. Atualmente, essas árvores estão em 25 cidades do mundo, como Oslo, Hong Kong, Glasgow e Bruxelas, além de várias cidades alemãs.

A árvore tem sensores embutidos que controlam a umidade do solo, a temperatura do ar e a qualidade de água. A instalação demora 6 horas e a manutenção custa cerca de R$ 3 mil a cada dez anos. A CityTree custa cerca de R$ 90 mil.