3 exemplos de Smart Cities que você precisa conhecer - Smart City Laguna
Related content
27/05/2016 3 exemplos de Smart Cities que você precisa conhecer

 

Com o aumento da população e a crescente preocupação ambiental, as Smart Cities surgem para oferecer qualidade de vida integrada a serviços tecnológicos, mudando o ritmo de vida de metrópoles e cidades construídas do zero que adotam planejamento urbanístico com foco nas pessoas e no meio ambiente.

Confira alguns exemplos de Smart Cities que são referência no mundo todo e consideradas cidades do futuro:

  1. Songdo

Songdo-Smart-City

Songdo, na Coreia do Sul, foi classifcada pelo jornal britânico “The Guardian” como a primeira cidade inteligente do mundo. Sua construção em torno de um aeroporto foi iniciada em 2005 e tem conclusão prevista para 2018, mas desde 2011 o lugar já vem sendo habitado.

A Smart City, que tem 1.570km2 de área, foi projetada para 40 mil habitantes e pretende ser controlada por computadores, através de um sistema de rede sem fio. A ideia é que desde semáforos até o recolhimento de lixo seja monitorado por sistemas inteligentes. No planejamento constam diversas opções de mobilidade, como transporte elétrico e aquático, além de 25km de ciclovias para que Songdo seja uma cidade livre de congestionamentos. Também por esse motivo, serão instalados sensores no asfalto que poderão detectar a velocidade dos carros para calcular o tempo dos semáforos, evitando engarrafamentos.

Songdo-Smart-City-2

Seu projeto também inclui eficiência energética com produção de energia limpa por meio de captação da luz solar pelos paineis e vidros fotovoltaicos colocados nos edifícios.

O desperdício e reutilização da água serão controlados por um sistema de retenção de demanda pluvial. Os postes das cidades terão sensores de presença que só serão acionados em eficiência máxima dependendo da quantidade de pessoas passando pelo local. A tecnologia ajudará a contribuir para a economia de energia, pois os postes estarão inativos quando não houver necessidade.

40% da área da cidade inteligente será reservada para a construção de parques e praças, pois são áreas essenciais para o aumento dos níveis de oxigênio na atmosfera e o equilíbrio com o gás carbônico existente, além de promover momentos de lazer aos moradores.

 

  1. Masdar City

Masdar-City

Masdar é uma smart city localizada em Abu Dhabi, um dos sete emirados dos Emirados Árabes e iniciou sua construção em 2006 com o objetivo de ser uma cidade inteligente que não emita nenhuma quantidade de gás carbônico e ser referência na gestão sustentável no Oriente Médio.

Há na cidade uma universidade de pesquisa dedicada a buscar soluções de ponta nas áreas de energia e sustentabilidade. As empresas podem promover laços estreitos com a universidade e parceiros para estimular o crescimento econômico e acelerar as tecnologias inovadoras para o mercado.

A cidade terá capacidade para 50 mil habitantes e 1000 empresas especializadas em energias sustentáveis, distribuídos em uma área de 6.000km2. A ideia é que a cidade possa ter vida econômica e social próprias, não sendo apenas uma cidade modelo.

Masdar-Smart-City

 

Masdar City foi projetada para utilizar energia fotovoltaica gerada pelos       painéis solares instalados nos telhados dos edifícios. Além disso, a cidade já conta com uma “fazenda solar”, um complexo de 87 mil painéis solares distribuídos por 22 hectares, que tem capacidade para produzir 17.500 MWh de eletricidade limpa por ano.

O transporte de Masdar vai usar a energia elétrica e com isso poupar a natureza de 1 bilhão de toneladas de CO2 que seriam emitidas por ano. O sistema chamado de PRT (Personal Transit Rapid) possui carros compactos que vão circular sobre trilhos subterrâneos, transportando de dois a três passageiros por vez. Dessa forma, o número de veículos pela cidade será limitado, além dos carros não poluírem a atmosfera e a superfície, as ruas da cidade ficarão livres para os pedestres.

Com temperaturas que podem chegar a 50°C no verão, a população de Masdar precisará se refrescar para aguentar o calor e para isso contará com um sistema de climatização que utilizará a brisa do mar do Golfo Pérsico.

 

  1. Singapura

Singapura-Smart-City

Singapura foi considerada uma das cidades mais prósperas do mundo em 2012,  segundo o Índice Global Cities, e é modelo para outras cidades no mundo que querem ser mais inteligentes.

A cidade-estado está em uma área de 704km2 com população de 5 milhões de habitantes. Pelo seu tamanho e pelo fato de ser densamente povoada, houve uma preocupação das autoridades em maximizar o uso da terra de forma eficiente e responsável. Dessa forma, os planejadores urbanos consideraram infraestrutura, conservação ambiental e captação de água na construção de cada edifício.

Singapura-Smart-City-2

Cada distrito é parcialmente autossuficiente, evitando desperdício de espaço e diminuindo o trânsito para os moradores que buscam por serviços em cada distrito. Os bairros são ligados uns aos outros por meio do sistema de transporte público, reduzindo tráfego e poluição. A IBM coleta dados sobre o trânsito de Singapura e os processa com algoritmos para prever onde acontecerão os engarrafamentos pelo menos 1 hora antes que eles comecem.

Focando em qualidade de vida, a cidade inteligente de Singapura tem uma política que permite apenas a entrada de indústrias limpas para investimento local. Além disso, somente são aceitos grandes investimentos voltados à estrutura que ajudem a gerar crescimento econômico.

 

Smart City Laguna será a 1ª Social Smart City do  mundo e a 1ª Smart City do Ceará e você poderá investir em uma cidade inteligente com espaço para residências, comércio e indústria. Entre em contato conosco para saber mais sobre a tabela de preços e disponibilidade de lotes da Smart City Laguna.