10 fatos curiosos sobre o lixo no Brasil - Smart City Laguna
Related content
18/09/2019

10 fatos curiosos sobre o lixo no Brasil

A sustentabilidade é um dos temas abordados nos meios empresarial e de produtos. A produção de lixo e seu impacto no meio ambiente refletem em uma sociedade mais responsiva e sustentável. Pensando nisso, separamos dez curiosidades sobre o lixo no Brasil para ficar de olho, confira:

1. No Brasil, a cada 24 horas, são produzidas cerca de 240 mil toneladas de lixo, o suficiente para lotar 1.160 aviões cargueiros. No Japão, cada habitante produz 2kg de lixo por dia.

2. O Nordeste é a região brasileira com a maior quantidade de lixo sem destinação adequada. Aproximadamente 65% dos resíduos recolhidos são encaminhados para lixões a céu aberto.

3. Uma em cada três pessoas no país não sabe onde vai parar todo o lixo que ela produz por dia.

4. Os moradores de Santa Catarina, na região Sul, são os mais econômicos do país ao produzir lixo. Cada habitante gera 809g de resíduos diariamente. No Distrito Federal, por outro lado, a população não parece ter a mesma preocupação: cada pessoa produz 1,6 kg de lixo por dia.

5. Você sabia que uma família de classe média joga fora cerca de 500g de alimentos por dia?

6. Em 2012, foram produzidos 64 milhões de toneladas de resíduos no Brasil. Essa quantidade é suficiente para encher 178 estádios do Maracanã. Cerca de 24 milhões de toneladas, 37% do total, foram enviados a destinos inadequados.

7. Entre todas as cidades brasileiras, São Paulo é a que mais produz lixo. São 56 mil toneladas geradas todos os dias, quantidade suficiente para preencher um prédio de 30 andares. Cada paulistano é responsável por gerar 1,4 kg de lixo por dia.

8. O estado de Roraima, na região Norte, é o que menos produz lixo no Brasil. São geradas apenas 350 toneladas diárias, ou 870 g por habitante.

9. A queima de lixo libera até 27 metais pesados e gases que contribuem para a formação de chuva ácida.

10. Cerca de 1,6 milhão de toneladas de lixo são gerados pelas fábricas.

E você, faz o descarte correto do seu lixo?